fbpx

Revista Apólice: Modernizando e fortalecendo o corretor

Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

Curtiu? Compartilhe esse post!

Por Livia Souza – Revista Apólice, Edição 232 – Maio de 2018 • 21 mai, 2018.

Mais uma vez, as startups entram no meio de campo. Os profissionais que continuarem inovando tendem a prosperar cada vez mais e muito mais rapidamente.

[image_with_animation animation=”Fade In” image_url=”http://52.54.56.43/wp-content/uploads/2018/10/Screen-Shot-2018-05-21-at-16_5hThozmOSRKEFAHNh0xc.11.34-1172×764.png” delay=””] [/image_with_animation]

Assistente pessoal

Existe uma máxima no mercado que, quanto mais o corretor vende, mais ele se afoga em tarefas operacionais. E hoje, percebe-se que cada vez mais esses profissionais estão sentindo a necessidade de conversar com melhor com seus clientes. A O2OBOTS, detentora da ferramenta Segurobot, desenvolveu uma inteligência artificial com personalidade de Inside Sales (vendas internas, tradução). São robôs de atendimento treinados pera vender.
“Educamos a inteligência artificial para qualificar leads em grande escala e entregá-los para os corretores de seguros para que eles vendam mais. É como se entregássemos um assistente pessoal para cada corretor, explica Leonardo Rochadel, CEO da empresa. “Fazemos um esforço muito grande para ‘democratizar’ a tecnologia que está à disposição das seguradoras, no topo da pirâmide.
Estamos tornando essa solução acessível para todos os corretores. Entre nossos clientes estão corretoras que contam com menos de dez profissionais, até aquelas que têm mais de 50 colaboradores.
O executivo ressalva que o objetivo não é retirar os corretores do mercado, mas colocar à disposição dos canais de distribuição uma inteligência artificial que execute todas as tarefas operacionais e repetittivas que, por vezes, podem prejudicar os profissionais no momento da venda. “Estamos alinhados com o que o setor entende não ser uma postura de confrontamento. A gente vem com com o posicionamento de dar uma ferramenta de trabalho para empoderar esses canais”, assegura Rochadel, que não vê resistência por parte dos corretores em aderir às soluções digitais. “Na verdade, eles nos olham como um norte, alguém para ajudá-los e conduzí-los no processo de como interagir com o novo conumidor – ou o mesmo consumidor de dez anos atrás, só que com novos hábitos”, diz.

Últimos posts

Deseja aumentar a sua força de vendas alugando robôs com Inteligência Artificial?