fbpx
Blog

BNDES Garagem promoveu “elevator-pitch day” e “speed-dating” entre Insurtech e Seguradora que promete gerar bons frutos para o ecossistema de inovação do país

Dia de Encontro com Parceiros Corporativos do BNDES Garagem.

No dia 15 de Maio, o BNDES Garagem promoveu “elevator-pitch day” e “speed-dating” entre startups e Parceiros Corporativos, agenda coordenada pela Liga-Wayra.

Depois de ter participado de três processos de aceleração (Wow! e Darwin, no segundo semestre de 2017; e, StartupSC, 2018-I) e uma aceleração “com cara de rodada de negócios” (TroposLab/SindSeg MG, 2018), esta foi a primeira vez que experimentamos uma “rodada de negócios” com Parceiros Corporativos que previamente assinaram contratos com o BNDES Garagem, comprometendo-se em desenvolver negócios com as startups que estão sendo aceleradas pelo BNDES.

Os Parceiros Corporativos receberam o “elevator pitch” das startups que estão sendo aceleradas e escolheram aquelas que identificaram ter sinergias com seus negócios. Durante a agenda, cada um apresentou seu respectivo “elevator-pitch”: empreendedores das startups, gestores dos programas de inovação aberta e executivos dos Parceiros Corporativos.

Parceiros Corporativos que previamente não haviam identificado sinergias, tiveram a oportunidade de interessar-se por outras startups e de conversar com seus empreendedores. Foi o caso da Roland Berger, uma consultoria global de origem Alemã, com clientes do tipo Seguradoras e Bancos.

Parabéns BNDES e Liga-Wayra pelo formato diferenciado de “comprometimento contratado” com os Parceiros Corporativos

Com esse formato de “comprometimento contratado”, as startups tem condições de acessar o melhor capital do mercado: “dinheiro de cliente” (que é mais barato que dinheiro de venture capital, pois é equity-free).

O BNDES Garagem acelera as startups gerando oportunidades de negócios com Parceiros Corporativos (equity-free) e entrega startups melhor preparadas (com dinheiro de cliente) para serem exponencialmente aceleradas com investimento dos fundos de Venture Capital. A BNDES Par é um dos principais investidores em fundos de Venture Capital no Brasil.

Quando o Rio de Janeiro terá um Centro de Inovação do BNDES?

Fica aqui a provocação para o BNDES implantar no Rio de Janeiro um Centro de Inovação, aos moldes do que foi construído em Santa Catarina pela ACATE e fomentar o desenvolvimento do ecossistema de startups do Rio de Janeiro.

O Centro de Inovação da ACATE, em Florianópolis, criou a maior densidade de startups B2B do país “colocando debaixo do mesmo teto” fundos de investimento, aceleradoras, co-working, labs e startups.

#SCStrong

Santa Catarina já é apontada como o segundo ecossistema de inovação do país, a frente de Minas Gerais. A primeira posição é de São Paulo.

E ainda encontrei o Alexandre Pompeu, super ativo no ecossistema de Insurtechs no Brasil.

A O2OBOTS foi a primeira Insurtech selecionada para ser acelerada através do programa BNDES Garagem.

A O2OBOTS é a única Insurtech, com o propósito de empoderar os canais de distribuição de seguros, que tem a CNSeg Par como uma de suas acionistas, junto com B3, RTM e Neoway.

#goO2OBOTS #goSegurobot #CNSegPar #B3 #RTM #Neoway #Wow! #Darwin #StartupSC #IBM #HubSpot #insurance #seguro #insurtech #WhatsApp #Messenger #SCStrong #BNDESGaragem